sábado, 12 de fevereiro de 2011

Des(arrume)


A vida acontece no desarrumar.
A caneta que secou e te obrigou a pedir outra emprestada. E te fez olhar pro lado. E te fez se misturar, conhecer, (re)conhecer. Trocar, discordar, lutar. Até que o outro te bagunçou e você precisou rearrumar. O difícil não é a mudança, mas a nova arrumação. E sempre que alguém chega, dá um jeitinho de tirar um vasinho dali e colocar naquele outro canto que você antes ignorava... Ou mesmo não via, ou não gostava. Mas mudou. E ficou bom daquele jeito novo também, e foi por ele, só por causa dele.
E você pensa, "se ele não viesse, eu não teria tirado o vaso, e não teria conseguido escrever palavras novas naquele caderno em branco. Estaria até agora me lamentando pela caneta sem tinta..." 
Sempre que algo importante acontece, e te faz repensar sua vida, foi pela feliz escolha de ter permitido que alguém viesse desarrumar seu mundo.
Os momentos marcantes, o "pulo do gato", a mudança, a falta de ar, de juízo, de planejamento... Ali está ela: a vida.

"Abre essa janela, deixa o dia amanhecer você". Crombie.


7 comentários:

  1. é muito bom Viver!!!!!!!!
    ela é boa por por isso!!!!

    ResponderExcluir
  2. Sensacional, Ana!!!! De verdade!!!

    Beijo enorme,

    Spock

    ResponderExcluir
  3. Olá Noivos e Noivas!!!

    Não deixe de visitar o blog www.corderosalembrancas.blogspot.com
    Lá vocês encontrarão diversos itens para deixar sua festa ainda mais encantadora e inesquecível!!!

    Enviamos para todo Brasil...

    Faça um orçamento conosco sem compromisso!!!

    ResponderExcluir
  4. Amigos,
    É tão bom ver o comentário de vocês aqui! Me faz querer escrever sempre mais! Obrigada! =)

    ResponderExcluir